Rolda de preguntas. O poético e o ideológico: a voz dos outros na poesia e a sua análise 20 de set. de 2018

Visto 2 veces

Rolda de preguntas. O poético e o ideológico: a voz dos outros na poesia e a sua análise

“L’écrivain est en situation dans son époque: chaque parole a des retentissements. Chaque silence aussi”. Esta frase de Sartre ainda não perdeu a sua actualidade, sobretudo em relação à crise migratória dos nossos dias. Mas também é preciso lembrar que a queda do Muro de Berlim deu início a uma crise intelectual, associada ao final de uma época. Nasceu a necessidade de deixar para trás certos mitos culturais, coloniais e nacionalistas, e esta mudança fez-se acompanhar pelo sentimento de desilusão que Walter Benjamin designara por “melancolia da esquerda”. A poesia não ficou à margem destas e de outras mudanças fundamentais e, nas palavras de Gabriel Zaid, “pode ser tão útil ou inútil para ilustrar o mundo como a prosa”, especialmente no que diz respeito à conveniência de mudanças sociais, políticas, económicas, etc.


Vídeos da mesma serie
Apertura
20 de set. de 2018
Una comunicación otra (poética, política, crisis)
conferencia Inaugural
20 de set. de 2018